sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Diário de Gravidez ♥ O toque

Confesso que para além do medo das dores do parto, tinha medo das dores do toque.
Para quem não sabe o toque consiste na introdução de dedos na vagina para ver o quanto o útero está dilatado... Parece meio macabro de dizê-lo desta maneira, mas é a única forma de o dizer sem rodeios.
O toque é feito nas ultimas consultas, que têm o nome de Consultas de Bem-Estar Fetal.
Andava um pouco às moscas, pois não sabia em que consistiam, o que era feito, falado etc.
Andei à procura de informação na Internet mas é tudo sempre super complexo, e para explicar coisas super simples são quase a volta ao globo com tanta informação...

Primeiramente eu vou à enfermeira para que ela me faça o CTG, que serve para medir o nível de contracções, batimentos cardíacos do bebé e os seus movimentos.
Depois vou à parte das ecografias para que a médica consiga ver e calcular o peso que o bebé já ganhou, se está em posição para nascer, e se o liquido amniótico está ok, ou se não houveram perdas do mesmo.
Depois vem a parte chata e dolorosa... O toque!
Não vou dizer que é um mar de rosas, porque não é, para além de me sentir exposta em estar de perninhas abertas para a médica, ainda tem que me introduzir os dedos que forem necessários na vagina para ver os cm de dilatação do útero.
Confesso que me queixei muito, pois aquilo é horrível... E quando sai da sala de ecografias só me apeteceu chorar, e chorei, por dores, hormonas e um pouco de ansiedade!

O meu pós-toque, está a ser complicado, sinto-me muito desconfortável, e sinto mais dores que o normal... Já me informei com pessoas que passaram pelo mesmo e todas elas se queixaram do mesmo que eu por isso estas dores e desconforto são normais.
Disseram-me também que o toque acelerou o trabalho de parto, e que no dia a seguir, ou passados dois dias tinham os seus rebentos cá fora.
Por enquanto ainda estou por aqui à espera que o Martim decida dar sinais de que quer vir cá para fora, e cada vez me sinto mais ansiosa.
Se até quarta- feira (12/08) o Martim não nascer, lá terei eu que ir para mais uma consulta destas "maravilhosa".


with love,
Liliana Gonçalves








Sem comentários:

Enviar um comentário